Estude a melhor contribuição previdenciária

Estude a melhor contribuição previdenciária

A Reforma da Previdência divide opiniões entre os brasileiros que visam a contribuição previdenciária.

O fim da aposentadoria somente por tempo de contribuição, a nova a idade mínima e a reorganização das alíquotas previdenciárias têm acirrado o debate nacional.

Enquanto a situação não se define, é importante que os cidadãos avaliem qual a melhor forma de contribuir para o INSS, com 5%, 11% ou 20%. Vale lembrar que para garantir a aposentadoria não é necessário exercer atividade remunerada.

Perfil do contribuinte

Para escolher a melhor alíquota, evitando prejuízos e perda de direitos, o contribuinte deve identificar seu perfil: obrigatório ou facultativo. Também terá de optar pelo plano de contribuição, que pode ser normal ou simplificado. O plano normal oferece as modalidades de aposentadoria por tempo de contribuição e por idade, e o plano simplificado, fica restrito à aposentadoria por idade.

Quem são os segurados?

As pessoas que exercem atividade remunerada e legalmente contribuem para o INSS sobre sua remuneração são conhecidas como contribuinte obrigatório ou individual.

Quando os contribuintes individuais prestam serviço a uma pessoa jurídica, cabe a empresa a responsabilidade de pagar a contribuição, repassando 11% da remuneração do empregado para o INSS.

Já os indivíduos que não exercem atividade remunerada, mas contribuem ao INSS para garantir benefícios da previdência como aposentadoria, auxílio doenças, entre outros, são classificados como contribuinte facultativo. Neste caso, o segurado não pode ter vínculo com algum Regime Próprio de Previdência Social (RPPS).

Confira as alíquotas

Para o contribuinte empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso, as contribuições são entre 8%, 9% e 11%, sobre o salário de contribuição.

Salário de Contribuição (R$) Alíquota
Até R$ 1.751,81 8%
De R$ 1.751,82 a R$ 2.919,72 9%
De R$ 2.919,72 até R$ 5.839,45 11%

 

Para Contribuinte Individual e Facultativo, as contribuições são entre 5%, 11% e 20% sobre o salário mínimo até o teto previsto pelo INSS.

 

R$ 49,90R$ 109,78

Salário de Contribuição (R$) Alíquota Valor
R$ 998,00 5% (não dá direito a aposentadoria por tempo de contribuição e emissão de certidão), demais benefícios, auxílios mantidos.
R$ 998,00 11% (não dá direito a aposentadoria por tempo de contribuição e nem a emissão de certidão), demais benefícios, auxílios mantidos.
R$ 998,00 até R$ 5.839,45 20% Direito e acesso a todos os benefícios Entre R$ 199,60 e R$ 1.167,89 (Teto).

 

Para escolher a melhor alíquota, evitando prejuízos e perda de direitos, o contribuinte deve identificar seu perfil, optando pelo melhor plano de contribuição: obrigatório ou facultativo, uma vez que criado este vínculo jurídico os cidadãos passam a ter direitos aos serviços disponibilizados pela Previdência Social.

Lembrando que os segurados são todos aqueles que contribuem para a previdência e tem direito aos benefícios e serviços, podendo estes ser, segurado, obrigatórios, individual (que trabalham por conta, com renda), especial, facultativo (não possuem renda própria). Mas se você, nunca contribuiu com o INSS, possui alguma deficiência, a renda familiar é de até ¼ do salário mínimo? Você pode ter um benefício previdenciário, como baixa renda. O que vem a gerar um beneficia previdenciário a título de aposentadoria ou benefício.

Você sabia que?

Contribuindo com 20% do seu rendimento para o INSS, o segurado pode se aposentar por tempo de contribuição, completando 35 anos de trabalho, quando homens, e 30 anos quando mulheres. Também poderá se aposentar por idade, tendo a mínima de 65 anos para homens e 60 anos para mulheres. O tempo de carência é de 180 contribuições.

Já o microempreendedor individual pode contribuir com o percentual de 5% sobre o salário mínimo, tendo direito apenas à aposentadoria por idade. No entanto, terá a oportunidade de se aposentar por tempo de contribuição, desde que efetue a complementação do valor até equiparar a 20%.

Se você deseja planejar sua aposentadoria sem enganos e prejuízos, procure uma assessoria jurídica especializada e eficiente. A equipe de advogados da Mazzardo & Coelho faz toda a diferença, auxiliando você nessas questões. Acesse nosso site e garanta o apoio de nossos consultores!